“(…) “Entre uma conversa e outra, um sentimento. Entre um sentimento e outro, o amor e, com ele, a definição. Sim. Sim. Sins.””

Clarissa Corrêa 

“Eu sei, eu sei, o eterno clichê “isso passa”. Passa sim e, quando passar, algo muito mais triste vai acontecer.”

– Tati Bernardi 

“Meu plano era deixar você fugir quando quiser, meu plano era esperar você voltar…
Engano meu
Acho que o destino antes de nos conhecer fez um plano pra juntar eu e você. Pra você eu faço tudo e um pouco mais, pra você ficar comigo e ninguém mais (…)”

– Daniela Mercury

“Sempre que se começa a ter amor a alguém, no ramerrão, o amor pega e cresce é porque, de certo jeito, a gente quer que isso seja, e vai, na idéia, querendo e ajudando; mas, quando é destino dado, maior que o miúdo, a gente ama inteiriço fatal, carecendo de querer, e é um só facear com as surpresas. Amor desse, cresce primeiro; brota é depois.”

– Guimarães Rosa, Grande Sertão: Veredas

Pressa!…
Ânsia voraz de me fazer em muitos,
fome angustiosa da fusão de tudo,
sede da volta final
da grande experiência:
uma só alma em um só corpo,
uma só alma-corpo,
uma só,
um!…
Como quem fecha numa gota
o Oceano,
afogado no fundo de si mesmo…

- Guimarães Rosa (Saudade)

“Felicidade se acha é em horinhas de descuido.”

Guimarães Rosa.

“Há uma hora certa,
no meio da noite, uma hora morta,
em que a água dorme.
Todas as águas dormem:
no rio, na lagoa,
no açude, no brejão, nos olhos d’água,
nos grotões fundos.
E quem ficar acordado,
na barranca, a noite inteira,
há de ouvir a cachoeira
parar a queda e o choro,
que a água foi dormir…
Águas claras, barrentas, sonolentas,
todas vão cochilar.
Dormem gotas, caudais, seivas das plantas,
fios brancos, torrentes.
O orvalho sonha
nas placas da folhagem.
E adormece
até a água fervida,
nos copos de cabeceira dos agonizantes…
Mas nem todas dormem, nessa hora
de torpor líquido e inocente.
Muitos hão de estar vigiando,
e chorando, a noite toda,
porque a água dos olhos
nunca tem sono.”

Guimarães Rosa

“Saudade é ser, depois de ter.”

– Guimarães Rosa

“Qué hermoso es encontrar un corazón que te ame, sin pedirte nada, salvo estar bien.”

Jalil Gibran

As brigas e as diferenças não importam se o que você sente um pelo o outro é igual.

“Eles não se entendiam, raramente concordavam em algo. Brigavam sempre. E se desafiavam todos os dias. Mas, apesar das diferenças, tinham algo importante em comum: eram loucos um pelo outro.”

– The Notebook